Lâmpada fundida ou mau contacto? O mistério das primeiras chuvas



Depois de uma saída acompanhada pelas primeiras chuvas, é tão certo haver luzes a falharem no Popó Joli como a conta da água para pagar no final do mês.

Os problemas nas óticas traseiras, que são, quase sempre, comunicados por terceiros, tanto podem ser resultado de uma simples lâmpada fundida, como um problema mais alargado que afeta os circutos do farol inteiro, como me parece que aconteceu ao Popó Joli depois das primeiras chuvas no fim de semana. 

Leva-me a crer que se trata de mais um caso do recorrente mau contacto. Talvez haja ali sujidade ou verdete algures, como é muito frequente detetar no Joli. Aponto para humidade recente e, talvez limpando os conectores, o problema fique resolvido antes de avançar para a substituição. 

A boa notícia é que os fusíveis não estão a estourar, pelo que fica afastada a hipótese de curto-circuito.

As luzes de STOP frequentemente queimam, também por serem das mais usadas no bloco traseiro.

No Popó Joli é extremamente fácil verificar se uma lâmpada está fundida: basta rodar a lâmpada com os dedos e observar todo o contorno do filamento. Com atenção (e óculos de ver ao perto!) conseguimos ver se o fio está partido. Se não estiver apenas partido (interrompido) mas todo desfeito dentro do vidro é porque talvez a lâmpada fosse de baixa qualidade. Se, mesmo com estes cuidados, o teu amigo dos anos 80 continuar a aparecer com os fusíveis das lâmpadas todos estilhaçados, então vale a pena verificar a tensão do alternador. Pode dar-se o caso de estar a mandar muita carga e, além das lâmpadas, corres o risco de vir a queimar muito mais. Uma bateria velha e gasta não dá grande saúde ao alternador.

Como no próximo fim de semana não vou conseguir tratar do Popó Joli por estar, previsivelmente, no Porto, vamos lá ver se a tarde do feriado o permite...

"Popó Joli - o carrinho que é um mimo" é uma criação de Daniela Azevedo

Comentários

Mensagens populares